Informações Turísticas

AILA 2017 - Inovação e Desafios Epistemológicos em Linguística Aplicada - de 23 de Julho até 28 de julho de 2017

Prezados congressistas!

Bem-vindas/Bem-vindos ao 18º Congresso Mundial AILA 2017 e à cidade do Rio de Janeiro, primeira cidade do hemisfério sul a albergá-lo.

Eis aí uma excelente oportunidade de troca de experiências e espaço para debatermos as inovações e os desafios epistemológicos na Linguística Aplicada. Mas, além da seleção de palestras, simpósios, comunicações e pôsteres, que traça um painel bastante variado e instigante sobre temas que atravessam a área de estudos de linguagem na contemporaneidade, estamos trabalhando para proporcionar um ambiente favorável e propício para o encontro. Tendo-o em conta, aproveitamos para lhes dar algumas dicas sobre como proceder ao chegar ao Rio de Janeiro.

O Aeroporto Internacional Galeão-Tom Jobim é a principal porta de entrada da cidade para quem procede do estrangeiro e percorre longas distâncias. O aeroporto conta com um serviço de ônibus expresso (BRT) para transporte de passageiros/as, que conecta o aeroporto a alguns pontos da cidade, como a Barra da Tijuca, onde o Congresso terá lugar. É uma boa opção de transporte para quem se desloca para bairros das zonas norte e oeste.

Para usufruir do BRT, o/a passageiro/a deve adquirir o cartão Riocard, que custa R$ 3,00 e é vendido no próprio guichê da BRT no aeroporto Galeão-Tom Jobim. O intervalo de espera é de 30 minutos. No aeroporto Galeão-Tom Jobim, há dois acessos ao BRT: • Estação Galeão – Tom Jobim 1: desembarque do terminal 1, porta H • Estação Galeão – Tom Jobim 2: desembarque do terminal 2, porta D

Para maiores informações, acessar: http://www.brtrio.com/

Caso opte por ir de táxi do aeroporto Galeão-Tom Jobim ao hotel/sede ou a qualquer outra parte da cidade ao chegar, sugerimos recorrer às cooperativas autorizadas, que se encontram dentro do próprio aeroporto. Recomendamos esta opção para quem não está familiarizado com o Rio de Janeiro ou a contratação de translado com a agência de viagens pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Também há ônibus comuns que conectam o aeroporto a outros pontos da cidade. Para maiores informações a respeito, consulte o site do aeroporto: http://www.riogaleao.com/

Se for se alojar no Hotel Windsor Barra, alguns dos trajetos possíveis caso opte por transporte público, são os mostrados nesta simulação:

 

Caso chegue à cidade pelo Aeroporto Santos Dumont, outra opção aérea para quem procede de outras cidades do país, além do serviço de ônibus urbanos, há também o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). O serviço, cujo valor da tarifa é de R$ 3,80, tem conexão com metrô, trem e barcas, além do teleférico. Apesar de sua circulação se restringir mais a área centro, o VLT, inaugurado durante as Olímpiadas, faz integração com os demais meios de transporte público. Para maiores informações: http://vltrio.rio/

 

O site do Santos Dumont conta com informações gerais sobre o aeroporto: localização e acessos, estacionamento, aluguel de carros, hotéis e companhias aéreas que nele operam: http://www.aeroportosantosdumont.net/. Recomendamos as cooperativas de táxi para quem não está familiarizado com o Rio de Janeiro ou a contratação de translado com a agência de viagens pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Se chegar à cidade via Rodoviária Novo Rio, situada na Avenida Francisco Bicalho (Leopoldina), as opções de deslocamento para o hotel/sede seriam as seguintes:

Site da rodoviária Novo Rio: http://www.novorio.com.br

Para informações telefônicas: (21) 3213-1800

O Rio de Janeiro também conta com serviço de metrô, que, apesar de recentemente ter passado a atender a região da Barra da Tijuca, local da sede do Congresso, ainda não chega até os aeroportos do município. O metrô, entretanto, é uma boa opção para o trânsito de passageiras/os entre as zonas norte, sul, oeste e centro. De segunda a sábado, o metrô funciona de 5h à meia-noite, e, aos domingos e feriados, de 7h às 23h. Pode-se comprar o bilhete para viagens individuais ou ida e volta, ambos com validade de 48h, havendo também a opção de comprar um cartão e ir efetuando recargas nas bilheterias ou máquinas instaladas nas estações.

Para informações sobre o Metrô Rio (uma das formas mais seguras de se mover pela cidade): https://www.metrorio.com.br/

Outra opção, não só para deslocamentos entre hotel/sede e aeroportos ou rodoviária, são os táxis (sugerimos os aplicativos Easy Taxi e 99) e as prestadores de serviços de transporte privado: UBER, Cabify e 99 Pop. Para evitar corridas de táxi ‘superfaturadas’ (turistas que não conhecem distâncias a serem percorridas, podem ser levados por caminhos mais longos), solicite viagens por meio de aplicativos. Estes, ademais, dão a opção de compartilhar o trajeto e deixam a rota da viagem registrada, bem como a pessoa que o transportou.

Por fim, algumas dicas para sua segurança: como em qualquer grande cidade, recomendamos atenção e cuidado. Evite deixar equipagem e pertences desatendidos, andar por lugares ermos, especialmente se não os conhece ou não está acompanhada/o de pessoa de confiança que os conheça. Evite zonas de risco e passear com câmera digital a tiracolo, bolsas à vista, andar pelas ruas com celulares em mãos etc. Tendo certos cuidados, sua estadia na cidade tem tudo para ser maravilhosa.

Seja muito bem-vinda/bem-vindo ao 18º Congresso Mundial AILA 2017 e ao Rio de Janeiro!!

Comitê AILA 2017